Dissertação

Síntese de Moléculas Orgânicas Libertadoras de Monóxido de Carbono (CO) para aplicação Farmacêutica EVALUATED

O monóxido de carbono é uma molécula que até há pouco tempo atrás se pensava ser tóxica e nociva. No entanto, há cerca de 60 anos descobriu-se que esta molécula é produzida endogenamente em pequenas quantidades sob certas condições patofisiológicas. Desde então foram efectuados estudos que provaram que o CO era uma molécula com efeitos benéficos e encorajaram o seu uso como fármaco. Esta molécula tem a limitação de não poder ser administrada como gás. Como alternativa tem-se assistido ao desenvolvimento de moléculas que incorporem o CO e o libertem em condições fisiológicas. Estas moléculas designam-se por CORM?s. Os aldeídos terciários constituem uma classe de CORM´s em se verifica a libertação de CO. Neste trabalho vão ser desenvolvidos alguns tipos de aldeídos terciários e irá estudar-se o seu comportamento em situações análogas aos meios biológicos. Também foram desenvolvidas pró-drogas de aldeídos para evitar que as interacções do aldeído com componentes biológicos e/ou a sua rápida metabolização, impedissem a libertação de CO.
Monóxido de carbono, aldeídos terciários, pró-drogas, radicais.

Novembro 8, 2007, 14:30

Publicação

Obra sujeita a Direitos de Autor

Orientação

CO-ORIENTADOR

Carlos C. Romão

Alfama,Investigação e Desenvolvimento de Produtos-ITQB - Instituto de Tecnologia Química e Biológica da UNL

Especialista

ORIENTADOR

Carlos Alberto Mateus Afonso

Departamento de Engenharia Química e Biológica (DEQB)

Professor Associado