Dissertação

Caracterização de estirpes invasivas de Neisseria meningitidis isoladas em Portugal: Identificação do clone hipervirulento ET-15 e monitorização do fenómeno de switching capsular Identificação do clone hipervirulento ET-15 e monitorização do fenómeno de switching capsular EVALUATED

Este trabalho visa contribuir para a caracterização das estirpes invasivas de Neisseria meningitidis isoladas em Portugal, em particular, visa identificar estirpes hipervirulentas pertencentes ao clone ET-15. Este clone tem especial interesse pois é o mais hipervirulento do complexo ST-11/ET-37. Também se deu continuidade ao estudo do fenómeno de switching capsular afim de monitorizar a frequência deste fenómeno no nosso país. Para concretizar estes objectivos recorreu-se aos métodos: multilocus sequence typing (MLST), electroforese em campo pulsado (PFGE) e sequenciação dum locus do gene fumC. As estirpes estudadas foram obtidas através do sistema nacional de vigilância laboratorial da DM (VigLab-DM). Foram caracterizadas 73 estirpes por MLST, das quais, 49 estirpes grupo B se distribuíram por 14 complexos clonais diferentes, sendo os complexos ST-41/44/Linhagem 3 e ST-32/ET-5 os que apresentavam maior número de isolados. As estirpes grupo C (23) pertenciam maioritariamente aos complexos ST-8/Cluster A4 e ST-11/ET-37. Assim, concluiu-se que as estirpes grupo B apresentam maior variabilidade genética do que as grupo C. Na identificação do clone ET-15 em Portugal estudaram-se 24 estirpes do complexo ST-11/ET-37, 19 ST-11 e 5 ST-5368. Destas estirpes 18 foram tipadas como pertencentes ao clone ET-15. Das 18 estirpes do clone ET-15, 15 apresentavam o fenótipo 2a:P1.5-1,10-8, tanto grupo C como B. Neste estudo observou-se que a maioria das estirpes deste complexo hipervirulento pertenciam ao clone ET-15. O estudo do switching capsular confirmou a ocorrência deste fenómeno em 7 de 8 estirpes grupo B suspeitas, 2a:P1.5-1,10-8 e 2b:P1.5,2, e em 4 de 5 estirpes com o fénotipo NT:P1.5-1,10-46.
Neisseria meningitidis, estirpes hipervirulentas, Serogrupo B, clone ET-15

Outubro 24, 2007, 15:0

Documentos da dissertação ainda não disponíveis publicamente

Orientação

CO-ORIENTADOR

Maria João Simões

Centro de Bacteriologia, Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge

Especialista

ORIENTADOR

Jorge Humberto Gomes Leitão

Departamento de Engenharia Química e Biológica (DEQB)

Professor Auxiliar