Historial

A Licenciatura em Matemática Aplicada e Computação foi criada em 1986, integrando nessa altura os ramos de Álgebra e Análise, Probabilidades e Estatística e Ciência da Computação. Reestruturações sucessivas vieram introduzir a especialização em Análise Numérica (1990) e fortalecer a componente de Geometria (1996). A partir de 2001 a Licenciatura oferece uma opção de integração com o Mestrado em Matemática Aplicada, através da qual é possível concluir a Licenciatura em 5 anos e o Mestrado com um ano adicional.

Objectivos

A Licenciatura em Matemática Aplicada e Computação tem o objectivo de formar matemáticos com sólida preparação científica e com motivação para a investigação e formação contínua após a integração na vida profissional. No decurso da Licenciatura será proporcionada uma formação aprofundada em áreas fundamentais como Análise Matemática, Geometria, Álgebra, Probabilidades e Estatística, Análise Numérica e Teoria da Computação. A estrutura curricular extremamente flexível, em que a Licenciatura é pioneira em Portugal, proporciona ainda uma boa formação nas ciências básicas e a possibilidade de tirar partido da integração num grande centro científico e tecnológico. O estudante pode optar por complementar a sua formação em todas as áreas científicas, puras e aplicadas, oferecidas pelo IST.

Saídas Profissionais

A par da grande maioria dos programas de 1º e 2º ciclo de formação do IST, a LMAC e o MMA apresentam um excelente leque de oportunidades de emprego e de desenvolvimento de carreiras profissionais de elevado perfil técnico e científico.

A LMAC e o MMA fornecem uma preparação sólida em Matemática e nas suas aplicações às Ciências e à Engenharia, através quer da Matemática Pura quer da Análise Numérica, da Estatística ou da Ciência da Computação. A integração da LMAC com o MMA proporciona condições ímpares em Portugal para a formação de quadros superiores para cargos de grande versatilidade e exigência técnica na indústria e nos serviços, por exemplo em actividades ligadas à banca ou aos seguros. Por outro lado, estes graus também servem de acesso a uma formação avançada de 3º ciclo em Matemática, e a carreiras de investigação científica nacional ou internacional na área da Matemática pura ou aplicada, ou noutras áreas da Ciência e Tecnologia com forte componente matemática, como, por exemplo, a Engenharia ou a Economia.

A maioria dos alunos formados em Matemática pelo IST ao longo dos últimos 20 anos foi imediatamente absorvida pelo mercado de trabalho, nacional e internacional, tendo construído carreiras profissionais de sucesso em empresas de diversos ramos de actividade, de que se salientam banca e seguros, telecomunicações, novas tecnologias de informação, estudos de mercado, consultadoria e indústria, com perfis de trabalho muito variados, mas frequentemente ligados à informática, à estatística ou à gestão. Uma minoria prosseguiu com grande êxito estudos de pós-graduação, em muitos casos noutras Universidades de grande prestígio internacional, tendo enveredado pela carreira académica e de investigação científica. Nalguns casos, os licenciado em Matemática pelo IST formaram as suas próprias empresas em áreas como a consultadoria em tecnologias da informação.

Num inquérito realizado pelo IST aos seus licenciados entre 2002 e 2005, os licenciados da antiga Licenciatura em Matemática Aplicada e Computação, com a duração de cinco anos e correspondente à sequência LMAC+MMA actual, mostraram-se globalmente (cerca de 90%) satisfeitos com a Licenciatura. Entre esses licenciados, cerca de 80% afirmou estar satisfeito com a sua situação laboral actual. Percentagens significativas desses licenciados estiveram empregados durante alguma parte dos seus estudos de Licenciatura, e a esmagadora maioria encontrou emprego até aos primeiros seis meses após a conclusão da mesma. As áreas de emprego mais predominantes, como já foi referido, são as actividades financeiras e de seguros, as actividades de consultadoria, de auditoria e de projecto, bem como o emprego académico nacional ou internacional. Entre os empregadores dos licenciados em Matemática do IST destacamos algumas entidades nacionais e internacionais: Accenture, Alcatel, Altitude, ATX-Software, AXA Seguros, Banco Central Europeu, Banco de Portugal, BPI, BES, Caixa Geral de Depósitos, Critical Software, CTT, Delloite, DMR Consulting, Edinfor, EDP, European Space Agency (ESA), IBM, Império-Bonança, IST, MacKinsey, Megamedia, Microsoft, Millennium-BCP, Ministério das Finanças, NovaBase, Oracle, Price-Waterhouse, PT, Reditus, Reuters, Safira, Siemens, Sinfic, Sonae.

Em termos futuros, o crescente grau de importância da alta tecnologia na economia global, assim como a cada vez maior interdisciplinaridade entre várias ciências, abre perspectivas muito animadoras de emprego para os matemáticos, a nível nacional e internacional, e incluindo oportunidades de criação pelos próprios licenciados de pequenas empresas especializadas, com uma vertente elevada de inovação científico-tecnológica. Destacam-se várias áreas emergentes ligadas às novas tecnologias e com uma grande componente matemática, como segurança da informação, biologia computacional, optimização de redes, robótica, computação e informação quântica e nanotecnolgia. Oferecendo uma preparação forte em Matemática no ambiente de uma escola de engenharia, e contando nas suas estruturas de investigação com instituições líderes nestas áreas das novas tecnologias, como o Instituto de Telecomunicações (IT), o Instituto de Sistemas e Robótica (ISR) ou o Instituto Nacional de Engenharia e Sistemas de Computadores (INESC), a LMAC, o MMA e o IST proporcionam um contexto universitário único para o desenvolvimento de carreiras com grande perspectiva futura.

Coordenadores

2006/2007
Miguel Tribolet de Abreu
mabreu@math.tecnico.ulisboa.pt

A informação contida nesta página é da responsabilidade da equipa de coordenação do curso.