Plano Curricular

LEN 2003 desde 2003

A licenciatura está organizada em cinco anos curriculares, com cinco cadeiras em cada um dos semestres (excepto o primeiro semestre do primeiro ano, que tem seis). A avaliação nas disciplinas inclui a realização de exames escritos, orais, trabalhos individuais e de grupo.

A formação de base, comum a outros ramos de Engenharia, abrange as áreas da Matemática, Física, Química, Desenho Técnico, Termodinâmica, Electrotecnia, Mecânica dos Fluídos, Mecânica dos Materiais, Metalurgia, Soldadura, Controle e Gestão de Projectos e Economia.

As matérias de estudo específicas abarcam a Arquitectura Naval, Estática e Dinâmica de Navios, Estruturas Navais, Resistência e Propulsão, Máquinas e Sistemas Marítimos, Transporte Marítimo e Portos, Projecto de Navios, Tecnologia Naval e Organização e Gestão de Estaleiros. Existe ainda a possibilidade de complementarmente estudar vários temas relacionados com a exploração dos recursos oceânicos, ou com o projecto de embarcações de recreio.

No quarto ano os alunos devem escolher a especialização: Projecto e Construção Naval, ou Transportes Marítimos e Portos. A nova estrutura curricular começou a ser posta em prática em 1999/2000 para o 1º ano somente e entrará em funcionamento gradualmente, isto é em 2001/2002 funcionará para o 1º, 2º e 3º anos. Assim sendo, o plano de estudos irá ser alterado todos os anos para reflectir a transição entre o currículo antigo e o moderno.

Esta licenciatura mantém contactos com outras escolas europeias que leccionam cursos similares e promove o intercâmbio de alunos, em especial no último ano de estudos.

A licenciatura do IST tem sido frequentada por alunos da Noruega, Alemanha, Dinamarca e Reino Unido que têm feito em Lisboa um a dois semestres dos seus estudos. Também é possível aos alunos portugueses frequentar, pelo mesmo período de tempo, uma universidade europeia. No passado recente os alunos têm preferido estadias no estrangeiro após a conclusão da licenciatura, já no âmbito do Mestrado de Engenharia Naval, que se tem realizado em cooperação com as Universidades de Glasgow, Southampton e Newcastle.


A informação contida nesta página é da responsabilidade da equipa de coordenação do curso.