Dissertação

Análises de Sensibilidade em Modelação Numérica de Escoamentos em Leito Móvel com HEC-RAS: Aplicação ao Rio Mondego Aplicação ao Rio Mondego EVALUATED

Este estudo teve em vista a modelação numérica unidimensional de escoamentos em leitos móveis, com aplicação a um trecho do rio Mondego, utilizando um modelo numérico de regime permanente, em particular, a versão 4.0 Beta do modelo HEC-RAS do U.S. Corps of Engineers (EUA). Realizaram-se diversas simulações que, partindo do ano de 1986 permitiram definir a evolução do leito para o ano 2003 e assim comparar com levantamentos batimétricos e granulométricos e a registos hidrológicos dos últimos 21 anos. Estas simulações envolveram análises de sensibilidade a diversos parâmetros, nomeadamente, caudais líquidos e caudais sólidos na fronteira de montante, distribuição granulométrica e fórmulas de transporte sólido. Após uma breve apresentação do rio Mondego, em particular, do trecho em estudo, apresentam-se os principais pressupostos físicos e matemáticos de HEC-RAS, bem como a comparação dos resultados obtidos por recurso a este software com os resultados obtidos por HEC-6, também este um modelo de regime permanente, utilizado pela CENOR e DHVFBO (2004b). Efectua-se também uma comparação com um modelo de regime variável, CHARIMA, utilizado por Pereira (2007).
HEC-RAS, modelação numérica 1-D, leito móvel, análise de sensibilidade, rio Mondego

Outubro 25, 2007, 14:30

Publicação

Obra sujeita a Direitos de Autor

Orientação

ORIENTADOR

José João Reis de Matos Silva

Departamento de Engenharia Civil e Arquitectura (DECivil)

Professor Associado