Breve Introdução

O Programa Doutoral em Mudança Tecnológica e Empreendedorismo é uma iniciativa única e inovadora resultante da associação da Universidade Técnica de Lisboa (através do IST, em colaboração com o ISEG e ISA), da Universidade Católica Portuguesa (através da  Faculdade de Ciências Económicas e Empresariais) e de três departamentos da Carnegie Mellon University: Engineering and Public Policy, Social and Decision Sciences e Heinz School of Public Policy.

O Programa apresenta características inéditas em Portugal e nos EUA na medida em que, aos alunos que concluam o ciclo de estudos com sucesso, será atribuído o grau de Philosophy Doctor (Ph.D.) pela Carnegie Mellon University e, em associação, o grau de Doutor pela UTL e pela UCP. O Programa Doutoral em Mudança Tecnológica e Empreendedorismo caracteriza-se por um modelo de aprendizagem global, em que a parte curricular é dividida entre Lisboa (1º ano) e Pittsburgh (2º ano), sendo o idioma de trabalho o Inglês.

Historial

Os tópicos da mudança/inovação tecnológica e do empreendedorismo têm vindo a ganhar importância crescente. O número de programas de formação profissional e de segundos ciclos de estudos que focam aspectos associados ao empreendedorismo e mudança tecnológica (gestão da inovação/tecnologia) tem vindo a crescer significativamente sem que esse crescimento tenha sido acompanhado pela criação de programas doutorais e de investigação científica especializados nestes temas.

O Programa Doutoral em Mudança Tecnológica e Empreendedorismo responde a uma necessidade crescente de formação de académicos (professores e investigadores) e de decisores de alto nível - nos domínios empresarial e da formulação de políticas públicas - em áreas associadas ao aproveitamento económico da mudança tecnológica no sentido da competitividade, do crescimento económico e da melhoria do bem-estar das populações.

Objectivos

Os objectivos do ciclo de estudos conducente ao grau de Doutor em Mudança Tecnológica e Empreendedorismo são os de garantir que um titular deste grau seja dotado das seguintes qualidades:

  • capacidade de compreensão sistemática de temáticas relacionadas com os impactos económicos e sociais da mudança tecnológica e dos canais pelos quais se processam esses impactos, nomeadamente ao nível das dinâmicas de criação e crescimento de empresas, evolução e reestruturação de mercados, e crescimento económico;
  • capacidade para conceber, projectar, adaptar e realizar trabalhos de investigação nas temáticas focadas pelo ciclo de estudos, respeitando elevados padrões de qualidade e integridade académicas;
  • capacidade de comunicar com os seus pares, a restante comunidade académica e a sociedade em geral sobre a área científica em que são especializados.

Destinatários

O Programa Doutoral em Mudança Tecnológica e Empreendedorismo pretende atraír um conjunto de estudantes internacional de elevada qualidade, com uma grande variedade de experiências e, de preferência, um forte background quantitativo. O Programa destina-se a detentores de um grau de Licenciatura (5 anos), Mestre (Bolonha) ou equivalente em qualquer ramo da Engenharia, Ciências Básicas, Economia, Gestão e Ciências Sociais.

Saídas Profissionais

Pretende-se que os detentores do grau de Doutor em Mudança Tecnológica e Empreendedorismo sejam empregáveis em instituições académicas e de investigação de prestígio internacional, podendo também exercer actividades de liderança estratégica em empresas e órgãos governamentais e da administração pública.

Regime de Funcionamento

O ciclo de estudos conducente ao grau de Doutor em Mudança Tecnológica e Empreendedorismo tem uma duração de quatro anos. No final do segundo ano (realizado no campus da Carnegie Mellon University), para além de terem obtido aprovação num curso de doutoramento composto por 12 disciplinas, os alunos deverão obter aprovação num exame de qualificação que versa sobre a área científica nuclear do programa de estudos. Adicionalmente, os alunos deverão, até ao final do segundo ano, apresentar e defender com sucesso, em provas públicas, um trabalho científico elaborado durante o mesmo período, que se consubstancia numa proposta de tese. Após o cumprimento destes requisitos, o aluno dispõe de mais dois anos para completar a dissertação de doutoramento, que deverá também ser defendida em provas públicas.

Propinas

As propinas a cobrar serão definidas por cada instituição participante. Apoio financeiro encontra-se disponível por via de bolsas de formação avançada de recursos humanos especificamente destinadas aos alunos dos programas CMU-Portugal - ver Programa CMU-Portugal.

Coordenadores

2018/2019
Rui Baptista
rui.baptista@tecnico.ulisboa.pt

A informação contida nesta página é da responsabilidade da equipa de coordenação do curso.