Breve Introdução

O que torna único o Programa de Formação Avançada em SSE da UTL?

O modelo de formação integrada em engenharia e economia, oferecido por uma joint venture entre o Instituto Superior Técnico (IST) e o Instituto Superior de Economia e Gestão (ISEG), escolas da UTL líderes nacionais em engenharia e economia, distingue-se pela estimulação da formação de estudantes no sentido de criar novos líderes capazes de desenvolver e implementar estratégias inovadoras em situações reais de desenvolvimento de Sistemas Sustentáveis de Energia.

O currículo do DFA em SSE possibilita estas vantagens competitivas através de actividades curriculares rigorosas, delineadas por um corpo docente de nível internacional, incluindo a participação do Massachussets Institute of Technology (MIT) no âmbito do Programa MIT-Portugal, bem como pela introdução de métodos de aprendizagem inovadores, incluindo trabalho de equipa aplicado e experiências de liderança.

Este novo programa tem por base um Curso de Formação Avançada - DFA (1 ano), conducente à obtenção de um Diploma em Formação Avançada em Sistemas Sustentáveis de Energia, emitido pelo IST. O Curso de Formação Avançada aborda um conjunto único de áreas fulcrais multidisciplinares em sistemas de energia, incluindo ambas as perspectivas da engenharia e da economia.

O modelo de formação único oferecido, no âmbito do Programa MIT-Portugal é ainda valorizado por um conjunto de outras acções previstas, que incluem:

  • actividades de vídeo-conferência e e-learningentre o MIT e os alunos do Programa Doutoral em SSE;
  • disciplinas leccionadas por videconferênciaentre todas as Universidades
  • seminários anuais em Sistemas Sustentáveis de Energia- elementos do MIT e das Universidades portuguesas irão promover a implementação de seminários anuais onde se discute o progresso do trabalho desenvolvido na área dos SSE.

Historial

A energia é um elemento fundamental para a continuidade e desenvolvimento da vida. È virtualmente impossível conceber qualquer actividade, social ou económica, que não tenha por base um consumo energético, directo ou indirecto. De facto, a dependência energética da economia moderna pode ser observada em todos os seus sectores, dos transportes à indústria, do lazer ao sector doméstico.

No entanto, o consumo actual de energia, assente em fontes de energia não renováveis e ambientalmente lesivas, está a por em perigo a equilíbrio dos ecossistemas e da sociedade como os conhecemos. Resolver este dilema, através da promoção de sistemas sustentáveis de energia, representa um dos maiores desafios para a sociedade actual. Neste contexto, a segurança de abastecimento e gestão ambiental a longo prazo são apenas dois dos mais importantes desafios que o actual sistema energético enfrenta.

A abordagem a "Sistemas Sustentáveis de Energia" deverá ser realizada sob um complexo quadro caracterizado por diversas escalas espaciais e temporais, desde o nível internacional e global, até aos sub-níveis nacionais da procura e da oferta. A introdução destes sistemas no âmbito mais lato dos sistemas de energia a diversas escalas espaciais deverá ser encorajada por instrumentos e medidas de políticas públicas desenvolvidas com base em conhecimento sólido e multidisciplinar, incluindo áreas como a economia, sociologia, ambiente e tecnologia. Os Sistemas Sustentáveis de Energia, bem como as abordagens prosseguidas, englobam-se no âmbito mais lato dos Sistemas de Engenharia, caracterizados por uma elevada complexidade sócio-tecnológica.

 

Criar e disseminar este conhecimento através de Programas Avançados de Educação e Formação em SSE requer um esforço dedicado de alto nível, o qual é o foco destes novos e inovadores Programas de formação e I&D (PhD e DFA), desenvolvidos em conjunto pelo MIT e Universidades Portuguesas, sob o enquadramento da área temática dos Sistemas Sustentáveis de Energia do Programa MIT-Portugal.

Este esforço é fruto do envolvimento das seguintes Universidades Portuguesas:

·UTL - Universidade Técnica de Lisboa

ISEG- Instituto Superior de Economia e Gestão

IST- Instituto Superior Técnico

·UP - Universidade do Porto

FEUP- Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto

·UL - Universidade de Lisboa

FCUL- Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa

·UC - Universidade de Coimbra

FCTUC- Faculdade de Ciências e Tecnologia, Universidade de Coimbra

FEUC- Faculdade de Economia, Universidade de Coimbra

 

 

 

Objectivos

A nossa missão consiste em promover uma nova geração de líderes em sustentabilidade e economia dos sistemas de energia, bem como gerar e comunicar novos conhecimentos em áreas fundamentais dos sistemas de energia. O nosso foco está em combinar um esforço multidisciplinar, incluindo os domínios da engenharia e da economia, no âmbito da análise e projecto de sistemas de energia no contexto do desenvolvimento sustentável.

A formação de pós-graduação em SSE irá assim preparar estudantes para o desenvolvimento de investigação fundamental, a qual irá permitir:

  1. criar conhecimento baseado em programas avançados de formação (DFA/DEA) e no estado da arte em I&D (PHD) em diversas áreas, promovendo o desenvolvimento de produtos inovadores e a integração de tecnologias sob o enquadramento dos sistemas sustentáveis de energia, onde a procura de energia é satisfeita com o mínimo de recursos não renováveis, tendo em consideração diferentes cenários geográficos e sócio-económicos;
  2. promover novas formas de interacção entre universidades e empresas, governo e sociedade, visando a identificação e implementação sustentável de novas políticas energéticas, de ciência e tecnologia e de inovação.

Destinatários

Tendo o Inglês como língua oficial do Programa, o DFA em SSE está aberto a candidatos de todo o mundo, que queiram substanciar o seu interesse em desenvolver as suas carreiras profissionais na área dos sistemas de energia, através de acções de formação avançada, com o intuito de promover o desenvolvimento de produtos inovadores e a integração de tecnologias verso a sustentabilidade dos sistemas de energia, recorrendo à análise de interacção de sistemas complexos com a sociedade e a economia.

Neste contexto, o DFA em SSE é especialmente orientada para quadros de empresas que queiram adquirir conhecimentos de natureza multidisciplinar, com ênfase na análise e projecto de sistemas de energia, que visem a sustentabilidade dos sistemas energéticos, nas suas componentes económica, tecnológica, ambiental, social, assim como na definição de novas politicas estratégicas.

Os candidatos interessados na admissão ao programa devem ter uma formação académica/profissional em áreas afins aos principais temas em estudo. Uma formação adequada à participação no programa inclui a formação nas áreas da engenharia e/ou economia.

Saídas Profissionais

O DFA em SSE abre uma porta para um amplo espaço de actividades profissionais em Portugal e no estrangeiro, desde uma carreira profissional de sucesso em empresas multinacionais, ao desenvolvimento de novas actividades de investigação ligadas ao mundo académico de referência, através do nosso programa Doutoral em SSE. Para mais informação sobre futuras oportunidades visite o website do Programa MIT-Portugal.

Regime de Funcionamento

O DFA decorrerá em dois semestres, estando as disciplinas organizadas em grupos (por forma a possibilitar a sua concentração no tempo e uma melhor integração com outros cursos/universidades).

 

Propinas

As propinas do DFA em SSE são de 2.750 €/ano. No caso de inscrição em unidades curriculares isoladas ou extra, será utilizada a seguinte fórmula:  (ECTs [plano curricular aluno] / 48 [ECTS totais do curso]) x 2.750 [propina do curso].

Coordenadores

2018/2019
Antonio Luis Moreira
aluismoreira@tecnico.ulisboa.pt

A informação contida nesta página é da responsabilidade da equipa de coordenação do curso.