Breve Introdução

O Programa Doutoral em Engenharia Informática e de Computadores (PDEIC) é um programa de excelência segundo padrões internacionais de qualidade académica e que complementa a formação de base de engenharia através aprofundamento dos estudos nas diversas áreas da Engenharia Informática. Neste programa doutoral, os alunos irão desenvolver trabalhos de investigação, focando-se na inovação e no desenvolvimento de tecnologias de futuro. Em particular, após a frequência do PDEIC os alunos possuirão não só um profundo rigor científico como também um vasto conhecimento da  atualidade tecnológica, em domínios que englobam a análise, conceção, modelação, produção, operação e manutenção de aplicações informáticas, sistemas de informação, sistemas inteligentes, arquiteturas de computadores e redes. O programa doutoral do DEI tem um corpo docente notável e com excelência internacional, cobrindo as diversas áreas de conhecimento abrangidas pelo programa.

Historial

O Doutoramento em Engenharia Informática e de Computadores (DEIC) foi criado pelo Despacho Nº 108/SEES/90.XI, DR, II Série de 23/10/1990.

Iniciou-se de forma estruturada no ano letivo de 2001/2002 de modo integrado (ao nível da componente curricular) com o MEIC. À semelhança do MEIC, a oferta curricular e científica do DEIC encontrava-se organizada em torno de três Áreas de Especialização, nomeadamente (i) Conectividade e Sistemas Distribuídos; (ii) Sistemas Inteligentes e Multimédia; e (iii) Programação e Sistemas de Informação.

Através da Deliberação nº 1487/2006, a Universidade Técnica de Lisboa procedeu à adequação do Regulamento de Doutoramento da Universidade, tendo em atenção as alterações introduzidas pelo Decreto-Lei 74/2006, bem como o disposto no artº 38º.

A criação em 2006 dos diplomas de formação avançada (DFA) e de estudos avançados (DEA), no contexto do processo de Bolonha, culmina uma fase de reestruturação do ensino pós-graduado no IST, iniciada em 2000 com a regulamentação dos cursos de doutoramento. Permite-se a prática anterior de basear um programa de doutoramento exclusivamente num projeto de investigação, mas incentiva-se complementar essa formação especializada com uma parte escolar, cujo objetivo é facultar ao doutorando uma forma mais rápida e eficaz para atingir a formação avançada adequada, assim como a abertura dessa formação a outros domínios do seu interesse.

Objectivos

O objectivo do programa doutoral em Engenharia Informática e Computadores (PDEIC) é a formação de investigadores na área de Engenharia Informática e Computadores, de alta qualificação e capazes de um trabalho autónomo de investigação vocacionado quer para o ambiente universitário, quer para o ambiente empresarial. Pretende-se assim que o futuro Doutorado em Engenharia Informática e Computadores possa continuar a desenvolver, aprofundar e aplicar os seus conhecimentos derivados do seu trabalho de investigação tornando-se uma mais valia importante para as instituições onde desenvolverão a sua actividade e para a sociedade em geral

Deve salientar-se que no actual panorama empresarial nacional, o número de pessoas com formação ao nível de doutoramento, actual 3º ciclo, é incipiente e que tal lacuna é um entrave ao seu desenvolvimento tecnológico e económico. Neste contexto, o programa doutoral visa possibilitar aos detentores de uma formação académica superior, o acesso a uma formação altamente especializada em Engenharia Informática e Computadores vocacionada para a investigação científica, o desenvolvimento tecnológico e a inovação. O programa de doutoramento que se propõe estabelece como objectivos principais garantir que um aluno ao qual seja atribuído o grau de "Doutor em Engenharia Informática e Computadores" satisfaz os requisitos:

 

  • Capacidade de compreensão sistemática num domínio científico de estudo;
  • Competências, aptidões e métodos de investigação associados a um domínio científico;
  • Capacidade para conceber, projectar, adaptar e realizar uma investigação significativa respeitando as exigências impostas pelos padrões de qualidade e integridade académicas;
  • Ter realizado um conjunto significativo de trabalhos de investigação original que tenha contribuído para o alargamento das fronteiras do conhecimento, parte do qual mereça a divulgação nacional ou internacional em publicações com comité de selecção;
  • Ser capazes de analisar criticamente, avaliar e sintetizar ideias novas e complexas;
  • Ser capazes de comunicar com os seus pares, a restante comunidade académica e a sociedade em geral sobre a área em que são especializados;
  • Ser capazes de, numa sociedade baseada no conhecimento, promover, em contexto académico e ou profissional, o progresso tecnológico, social ou cultural.

Destinatários

Podem candidatar-se os titulares do grau de mestre, ou equivalente, e os titulares do grau de licenciado correspondente a uma licenciatura de cinco anos em Engenharia Informática ou outras áreas afins (em particular outras Engenharias). Podem também candidatar-se os titulares do grau de licenciado em Engenharia Informática ou afim, e os detentores de um currículo escolar, científico ou profissional especialmente relevante para a realização do ciclo de estudos.

É intencionalmente lata a interpretação dada à formação em áreas afins à engenharia informática, para promover o desenvolvimento de perícias transversais. Para potenciar o sucesso dessas candidaturas, recomenda-se fortemente a utilização da parte escolar do programa, explorando a flexibilidade permitida pela regulamentação sobre o número de créditos e a natureza das disciplinas.

Saídas Profissionais

O Doutoramento permite formação técnica e científica avançada, o que pode ser estratégico para as empresas de tecnologia avançada. O aprofundamento do conhecimento em áreas específicas da Engenharia Informática e de Computadores e em áreas de fronteira com outros ramos do conhecimento permitindo o desempenho de atividades de investigação científica e inovação, focada no desenvolvimento tecnológico independente, de qualidade  e internacionalmente reconhecida não só em instituições de ensino superior, em laboratórios de investigação mas também no  sector empresarial.

Regime de Funcionamento

O funcionamento do Curso de Doutoramento é determinado pelo "Regulamento Geral dos Doutoramentos IST - 3º ciclo de Estudos Superiores". A formação a adquirir durante o ciclo de estudos conducente ao Doutoramento em Engenharia Informática e de Computadores terá (normalmente) uma componente curricular, com uma carga letiva típica correspondente a um semestre, e (necessariamente) uma componente de investigação.

 

Propinas

O IST define anualmente as propinas de cada programa de ensino. O valor da propina do programa de doutoramento em Engenharia Informática e de Computadores é atualmente de 2750 euros por ano. O custo das propinas pode ser coberto, total ou parcialmente, por bolsas de investigação. Essas bolsas podem ser diretamente atribuídas ao doutorando por entidades públicas ou privadas, ou serem financiadas através de cursos de doutoramento ou de projectos de investigação em que seu plano curricular se insira (ver Regulamento de Propinas de Doutoramento do IST)

Coordenadores

2016/2017
Rodrigo Seromenho Miragaia Rodrigues
rodrigo.miragaia.rodrigues@tecnico.ulisboa.pt

A informação contida nesta página é da responsabilidade da equipa de coordenação do curso.