Plano Curricular

DEAEAer2006 desde 2006

O Curso de Doutoramento em Engenharia Aeroespacial pressupõe um mínimo de 30 creditos ECTS sendo formado pela escolha de um conjunto de cinco unidades curriculares (disciplinas) de índole científica (C), das quais são obrigatórias duas unidades:

Unidade Curricular

Tipo

ECTS

Semestre

Dinâmica de Voo

D

6

1

Simulação de Voo

D

6

2

As restantes três constituem disciplinas de opção, sendo proposta a disciplina de Dinâmica Espacial (tipo D, com 6 créditos ECTS), assim como disciplinas existentes no Doutoramento em Engenharia Mecânica, do Doutoramento em Engenharia Electrotécnica e de Computadores e do Doutoramento em Matemática Aplicada (ver Páginas de Disciplinas do Programa Doutoral em Engenharia Aeroespacial).

Segue-se a tese de doutoramento, que deve ser aprovada pela C-DAer o que requer 2 documentos:

1 . Um “estado da arte” descrevendo o conhecimento actual na área do doutoramento, até aos seus limites e fronteiras recentes.

2 . Um plano detalhado da tese, explicitando quais os progressos e inovação que se pretendem atingir, as dificuldades a superar e os métodos que se prevê sejam utilizados.

Os documentos 1 e 2 devem ser subscritos pelo aluno de doutoramento e o seu supervisor (e co-supervisores se existirem).

O DEA pode ser abordado de duas formas:

- o aluno tem um tema de tese e supervisor à partida, e por mútuo acordo escolhem a parte escolar mais ajustada;

- o aluno frequenta a parte escolar da sua escolha, e antes de iniciar a tese chega a um consenso com um supervisor.

O “estado da arte” (documento 1) e “plano da tese” (documento 2) subscritos pelo aluno e supervisor só são submetidos para apreciação pelo C-DAer após concluída a parte escolar e antes de se iniciar a tese de doutoramento.




A informação contida nesta página é da responsabilidade da equipa de coordenação do curso.