Breve Introdução

O Doutoramento em Alterações Climáticas e Políticas de Desenvolvimento Sustentável é uma iniciativa conjunta entre a Universidade de Lisboa e a Universidade Nova de Lisboa, em parceria com a Universidade de East Anglia, no Reino Unido, uma instituição de referência internacional nestes domínios. Enquadra-se numa área interdisciplinar que se centra nos domínios das engenharias e das ciências do ambiente, com relações fortes às ciências sociais e às áreas da economia, do direito, da política, da ética e da comunicação.

O Programa Doutoral tem uma duração de 4 anos e inclui um curso de formação avançada interdisciplinar entre as ciências físicas, naturais, sociais e humanas no 1º e 2º Semestres, ministrado por professores e investigadores com produção científica reconhecida nas áreas das alterações climáticas e do desenvolvimento sustentável das três universidades. Depois do curso de formação avançada oferecido no primeiro ano, os alunos ingressam numa das escolas das duas universidades nacionais para efetuarem investigação necessária à obtenção do grau de doutor. O Instituto Superior Técnico tem acolhido os alunos que pretendem prosseguir os estudos nas áreas das engenharias. 

Historial

O programa teve a sua primeira edição em 2009/2010 e tem sido aberto todos os desde essa data, sempre com cerca de 25 alunos. O programa encontra-se acreditado pela Agência de Avaliação e Acreditação do Ensino Superior (A3ES) e tem o apoio da Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT).

As inscrições para a 12ª edição do  programa de Doutoramento em Mudanças Climáticas e Políticas de Desenvolvimento Sustentável já se encontram abertas. Os candidatos são selecionados pela Comissão Científica através da apreciação dos elementos descritos no processo de candidatura.

Objectivos

O objetivo principal deste programa de doutoramento é formar especialistas capazes de contribuir de forma significativa e empenhada para identificar, analisar e pôr em prática novas estratégias de desenvolvimento sustentável no quadro do risco crescente de alterações climáticas antropogénicas durante o século XXI.

Destinatários

O público-alvo é diversificado, abrangendo profissionais das áreas do ambiente, planeamento e energia, entre outras, bem como estudantes interessados em seguir a carreira académica ou que projetem o seu conhecimento e a sua investigação noutras partes do mundo, particularmente nos PALOP. Podem candidatar-se ao programa:

a)   Os titulares de grau de mestre ou equivalente legal nas áreas de ciências sociais e humanas, ciências físicas e naturais e engenharias.

b)   A título excecional, os titulares de grau de licenciado ou equivalente legal, detentores de um currículo académico, científico ou profissional especialmente relevante que seja reconhecido como atestando capacidade para a realização deste ciclo de estudos pela Comissão Científica do Programa de Doutoramento nas mesmas áreas referidas na alínea a).

Saídas Profissionais

São saídas profissionais entidades da administração pública, regional e local, instituições do ensino superior e laboratórios de investigação e empresas privadas ou do setor publico, atuando nos domínios do ambiente, gestão da água, serviços de águas, energia e da produção alimentar.

Regime de Funcionamento

Sexta-feira: 14:00-20:00; Sábado: 9:00-13:00.

Propinas

O emolumento a pagar no ato da candidatura é de 50€ (cinquenta euros), não havendo lugar à sua devolução, caso o candidato seja excluído ou não seja selecionado. O valor da propina para o ano letivo 2020/2021 está fixado em 2.750€ (dois mil, setecentos e cinquenta euros).

Coordenadores

2020/2021

A informação contida nesta página é da responsabilidade da equipa de coordenação do curso.