Breve Introdução

O Instituto Superior Técnico, Departamento de Bioengenharia, em colaboração com o Instituto de Bioengenharia e Biociências (iBB), oferece o Programa de Doutoramento em Bioengenharia de cariz internacional. Este programa tem uma abordagem multidisciplinar baseada na convergência da Engenharia com as Ciências Biológicas e Biomédicas, que integra um Curso Avançado de um ano (60 ECTS), conducente a um Diploma de Estudos Avançados, e uma Tese de Doutoramento (180 ECTS) com a possibilidade de ser realizada em colaboração com universidades estrangeiras, hospitais e empresas. O programa de doutoramento foi concebido de modo a preparar a nova geração de investigadores criativos capazes de traduzir as descobertas em ciências biológicas e biomédicas em inovações tecnológicas nos campos da Bioengenharia Industrial e da Saúde.

O Programa de Doutoramento em Bioengenharia está organizado em duas especialidades: Bioengenharia e Bioengenharia – Terapias Celulares e Medicina Regenerativa.

A especialidade em Bioengenharia dá formação nas áreas da Engenharia Biomolecular e de Bioprocessos, Biocatálise, Separação de Produtos Biológicos, Nanobiotecnologia e Bioengenharia de Sistemas, com vista ao desenvolvimento de produtos e processos mais eficientes e sustentáveis. O programa contribui também para o desenvolvimento das necessárias competências com vista ao empreendedorismo no campo da Biotecnologia e da Bioengenharia.

A especialidade em Bioengenharia – Terapias Celulares e Medicina Regenerativa é oferecida em colaboração com o Rensselaer Polytechnic Institute (RPI). Esta especialidade dá formação em Biologia e Engenharia de Células Estaminais, Engenharia de Tecidos e Materiais para Medicina Regenerativa, Terapias Celulares e Génica, e “Advanced Therapy Medicinal Products” (ATMP).

 

Os estudantes da Especialidade em Bioengenharia frequentam 5 Unidades Curriculares obrigatórias (30 ECTS), 2 opcionais (12 ECTS) e 2 Rotações Laboratoriais (18 ECTS). As 2 Rotações Laboratoriais têm como objetivo permitir ao estudante iniciar a sua tese de doutoramento.

Unidades Curriculares obrigatórias: Engenharia Celular e de Tecidos, Ciência e Engenharia de Biossistemas, Engenharia de Bioprocessos, Seminários de Bioengenharia de Sistemas, e Inovação em Bioengenharia

 

Os estudantes da Especialidade em Bioengenharia – Terapias Celulares e Medicina Regenerativa frequentam 4 Unidades Curriculares obrigatórias (24 ECTS), 3 opcionais (18 ECTS) e 2 Rotações Laboratoriais (18 ECTS). As 2 Rotações Laboratoriais têm como objetivo permitir ao estudante iniciar a sua tese de doutoramento. 

Unidades Curriculares obrigatórias: Biologia de Células Estaminais, Engenharia de Células Estaminais, Investigação Translacional, Aplicações Clínicas e Ética, e Inovação em Bioengenharia

 

Unidades Curriculares de opção: Nanobiotecnologia, Terapia Génica, Materiais para Engenharia de Tecidos, Genómica, Proteómica e Bioinformática, Neurociências (e Neuroimagiologia), Ensino e Divulgação Científica – Departamento de Bioengenharia (Aprendizagem e aperfeiçoamento de capacidades de comunicação, ensino e divulgação científica), e Opção Livre de Doutoramento.

Historial

O Programa de Doutoramento em Bioengenharia, especialidade de Bioengenharia, teve origem no âmbito do acordo do Governo Português com o Massachusetts Institute of Technology (MIT) dos Estados Unidos da América. A área da Bioengenharia foi identificada pelo MIT como uma área de colaboração com as Universidades portuguesas com potencialidade para ter um impacto significativo para Portugal. Foram identificados os grupos que têm desenvolvido investigação em Centros de Excelência, com uma forte cooperação e ligações empresariais e com colaborações com grupos do MIT.

Dada a importância crescente da área emergente da Medicina Regenerativa, abordada parcialmente na especialidade de Bioengenharia, foi criada a especialidade de Bioengenharia – Terapias Celulares e Medicina Regenerativa, também de cariz internacional, em colaboração com o Rensselaer Polytechnic Institute, dos EUA e de outras universidades americanas e europeias.

Objectivos

·        Promover uma formação universitária interinstitucional internacional de 3º ciclo com o objetivo de formar especialistas altamente qualificados para posições de liderança nas universidades, indústria, hospitais e serviços de modo a promover as áreas de intervenção da bioengenharia, fomentar novos desenvolvimentos em Medicina Regenerativa com aplicação clínica e criar novas oportunidades de negócio por forma a promover as áreas da indústria biotecnológica, da saúde e do crescimento económico.

 

·        Promover a formação e investigação em Biotecnologia Industrial e Biotecnologia Médica, de modo a incrementar a implementação de novos modelos de interação entre universidades, empresas, governo e sociedade.

Destinatários

O Programa Doutoral destina-se a estudantes altamente qualificados em Engenharias Biológica, Biomédica, de Materiais e afins, e em Ciências Biológicas, Bioquímica, Farmacêuticas e afins que pretendam ter uma formação em Bioengenharia com enfâse em Inovação e Liderança em Bioengenharia, Medicina Regenerativa, Engenharia de Bioprocessos e de Biossistemas, Biologia Sintética, Nanobiotecnologia, Neurociências e Sistemas de Saúde.

Saídas Profissionais

Investigação, desenvolvimento e liderança nas áreas emergentes do Programa, em instituições de investigação, ensino superior, empresas biotecnológicas e farmacêuticas, hospitais e criação de "start-ups".

 

 

 

Regime de Funcionamento

O funcionamento do Curso de Doutoramento é determinado pelo "Regulamento Geral dos Doutoramentos IST - 3º ciclo de Estudos Superiores". 


Propinas


O Valor das Propinas é definido segundo o Regulamento Geral dos Doutoramentos IST  

Coordenadores

2019/2020
Joaquim Manuel Sampaio Cabral
joaquim.cabral@tecnico.ulisboa.pt

A informação contida nesta página é da responsabilidade da equipa de coordenação do curso.